21 Maio 2022

Atitudes sinodais num santuário mariano de Taiwan

Asia
Format: Texts & Image
Type: Communication
Organisation: Archdiocese / Diocese
O jesuíta Augustine Tsang, da Faculdade de Teologia St. Robert Bellarmine em Taipé (Taiwan), conta-nos uma bela história sinodal que tem lugar no santuário mariano de Wu-Feng-Qi, localizado nas montanhas do condado de Yi Lan em Taiwan. Trata-se da ação evangelizadora levada a cabo por John Paul Lin, um dos voluntários do santuário que, pela sua proximidade e escuta, entra em diálogo com as pessoas, a maioria das quais são não-católicas. Para tal, utiliza os símbolos religiosos do santuário para explicar pedagogicamente o conteúdo da fé. O seu objetivo é fazer participar na missão de Cristo.

O santuário foi construído em honra da Virgem que se diz ter aparecido a cinco montanhistas que se tinham perdido à noite e que precisavam de regressar a Taipé e ao seu trabalho. Os cinco, não-católicos, disseram que uma Senhora os conduziu em segurança até à montanha. Identificaram-na como a Santíssima Mãe .

O santuário foi construído pela Arquidiocese de Taipé. Tem uma capela, uma gruta de Nossa Senhora e alguns edifícios. Um padre residente e algumas freiras vivem lá, por vezes os católicos leigos usam o local para descanso e retiro silencioso. Como o santuário está localizado a meio caminho do topo da montanha e há uma queda de água nas proximidades, é um local favorito para montanhistas e turistas de todo o Taiwan e mesmo de países estrangeiros.

John Paul Lin é natural de Taiwan. Está altamente motivado na evangelização e no processo sinodal, consciente do rápido decréscimo do número de católicos em Taiwan. O seu zelo e dedicação são verdadeiramente notáveis e admiráveis. De forma simples e acessível, nos seus diálogos com os turistas também responde às dúvidas ou perguntas sobre a fé católica.

Podes escutar o testemunho de John Paul Lin neste vídeo

[GTranslate]